LETRAMENTO DIGITAL: COMPETÊNCIAS DIGITAIS NECESSÁRIAS E FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO APLICADAS À FORMAÇÃO DOCENTE

Thais Lari Braga Cilli, Cassia Leticia Carrara Domiciano

Resumo


A comunicação entre docentes e discentes está cada vez menos assertiva. docentes tem a sensação de que não estão falando na “mesma língua” de seus discentes, embora todos falem português. Esse fenômeno é explicado pela teoria da comunicação, que trata da codificação da mensagem entre emissor e receptor. Quando essa codificação é realizada no âmbito da educação, a decodificação da mensagem depende também do nível de letramento digital de ambas as partes. O letramento digital contribui com a comunicação entre docentes e discentes, esses nativamente digitais. O estudo realizado pela DigComp fornece um framework de letramento digital, que pode ser utilizado de forma universal, colaborando para a identificação do estado de letramento digital que o docente se encontra e mostrando caminhos para o seu aperfeiçoamento. Adicionalmente é apresentado um teste gratuito no formato de autodiagnóstico para identificação do nível de letramento digital, tanto do docente como do discente.

Texto completo:

PDF

Referências


CARRETERO, S. et al. DigComp 2.1: The Digital Competence Framework or Citizens. With eight proficiency levels and examples of use. Luxemburgo: Escritório de Publicações da União Europeia, 2017.

EUROPEAN COMMISSION. European Commission: EU Science Hub. [S. l.], 2021. Disponível em: https://ec.europa.eu/jrc/en. Acesso em: 9 abr. 2021.

FILATRO, A. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson , 2008.

KLEIMAN, Angela B. Letramento e suas implicações para o ensino de língua materna. Signo, Santa Cruz do Sul, v. 32, n. 53, p. 1-25, jul. 2007. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/signo/article/view/242/196. Acesso em: 10 jun. 2021.

RABELLO, Cíntia Regina Lacerda. Aprendizagem na era digital – o papel da tecnologia no contexto escolar. Revista Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: http://abt-br.org.br/wp-content/uploads/2017/03/198.pdf#page=8. Acesso em: 10 jun. 2021.

QUEIROZ, Christina. Aprendizado em Risco. Revista Pesquisa Fapesp, ano 22, no 303, p.18-25, ano 22, n. 303, p.18-25, 2021.

RAMOS, S. T. M. Contribuições do Curso Elaboração de Material Educacional Digital- Nível Básico para o Letramento Digital de Professores de Inglês. São Paulo: Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - PUCSP, 2016.

TEST Ikanos. Disponível em: https://test.ikanos.eus/. Acesso em: 10 jun. 2021.

TEACHING digital profile, 2021. Coleção particular. Documento gerado após participação no Test Ikanos

WOLF, M. Teorias da Comunicação. Lisboa: Editorial Presença, 1999.

XAVIER, A. C. Letramento digital: impactos das tecnologias na aprendizagem da Geração Y. Calidoscópio, Rio Grande do Sul, v. 9, n. 1, p. 3-14, jan/abr 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2526-4478 - Qualis "B3" (2017/2020)

______________________________________________________________________________