ENTRE RESISTÊNCIAS, DESAFIOS E (IM)POSSIBILIDADES: A EMERGÊNCIA DO PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA NO ENSINO SUPERIOR TECNOLÓGICO SOB LENTES DISCURSIVAS

Lucas Rodrigues Lopes, Cátia Veneziano Pitombeira

Resumo


A sociedade hipermoderna imprime novos olhares e, consequentemente, novas lentes para o professor de língua inglesa no ensino superior tecnológico a fim de romper com as resistências, vencer os desafios e refletir sobre as (im)possibilidades exigidas para a construção de saberes capazes de formar um profissional competente e capacitado cujas práticas sociais atendam, principalmente, a demandas do mercado de trabalho deste século bem como as concepções de sujeito, de subjetividade e da construção do conhecimento. As teorias do discurso sustentadas pela natureza dialógica da linguagem, conforme proposto por Bakhtin (2006), entrelaçadas pelas lentes da teoria da Complexidade apresentada por Morin (2000) e Moraes (2004) possibilitam essas novas perspectivas que auxiliam a compreensão e consciência da complexidade humana nos aspectos social, profissional e cultural.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. 2006. Estética da criação verbal. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

LIPOVETSKY, G. 2004. Metamorfoses da cultura liberal. Trad. de Juremir Machado da Silva. Porto Alegre: Sulina.

LIPOVETSKY, G. 2007. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo, Companhia das Letras.

LOPES, L.R. 2010. O blogueiro e suas práticas – corpos carnavalizados e interações multifacetadas. 122f. Dissertação de Mestrado em Linguística. Universidade Federal de São Carlos: São Carlos.

MARCONDES, D. A. 1999. A crise de paradigmas e o surgimento da Modernidade. In: BRANDÃO, Z. A crise dos paradigmas e a educação. São Paulo, Cortez.

MATURANA, H.; VARELA, F. 2005. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 5ª. ed.

MORAES, M.C. 2004. Pensamento eco-sistêmico: educação, aprendizagem e cidadania no século XXI. Vozes.

MORIN, E. 2000. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

MORIN, E. 2007. Introdução ao pensamento complexo. Sulina.

PITOMBEIRA, C.V. 2013. Caminhos da formação tecnológica a distância: a complexidade emergente no desenho de curso de licenciatura. Tese de doutorado em Linguística Aplicada e Estudos em Linguagem. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo.

SOMMERMAN, A. et al. 2009. O que há entre teoria e prática? Há o mundo da vida. In: Santos, A.; Sommerman, A. (Org.). Complexidade e transdisciplinaridade: em busca da totalidade perdida. Conceitos e práticas na educação. Porto Alegre: Sulina.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2526-4478

______________________________________________________________________________