CULTURA: A EVOLUÇÃO DO TERMO E SUA ABORDAGEM NA SALA DE AULA

Kamyla Barbosa Coradini

Resumo


O estudo de uma língua estrangeira remete ao enfoque em aspectos culturais desse idioma, trazendo à tona questionamentos sobre como estes podem ser abordados durante as aulas de forma a gerar reflexões pelos alunos. O presente artigo apresenta uma breve abordagem histórica do termo cultura, como este foi evoluindo no decorrer do tempo e uma reflexão acerca de sua abordagem no ensino de uma língua estrangeira. A pesquisa se deu com base nos conceitos de cultura defendidos por Salomão (2015), Dourado e Poshar (2010), Kumaravadivelu (2002, 2003), Moran (2001), Kramsch (1993, 1998, 2009, 2011), entre outros. Os resultados mostram que cultura pode ser apresentada de forma reflexiva de diferentes maneiras, como comunidades, produtos, práticas, pessoas e perspectivas, indo além da visão superficial que geralmente aborda informações e curiosidades sobre o outro de modo homogêneo, estático e idealizado.


Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, I. C. Língua, gêneros textuais e ensino: considerações teóricas e implicações pedagógicas. Perspectiva, Florianópolis, v. 20, n. 1, p. 65-76, jan. 2002. Disponível em: . Acesso em: 6 abr. 2018. ISSN 2175-795X.

BAUMAN, Z. A cultura no mundo líquido moderno. Rio de Janeiro: Zahar, 2013. Cap. 1 e 2.

BOAS, F. Language and thought. In: VALDES, J. M. Culture bound. Cambridge: Cambridge University Press, 1986. p. 5-7.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretária de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site.pdf. Acesso em: 03 abr. 2018.

______. Ministério da Educação. PNLD 2018: inglês – guia de livros didáticos – ensino médio/ Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretária de Educação Básica, 2017. 87 p.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Volume Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Brasília, DF: MEC, 2002. Disponível em:. Acesso em: 08 jan. 2018.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília, DF:MEC, 2000. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2017.

BYRAM, M., FLEMING, M. Perspectivas Interculturales en el aprendizaje de idiomas. Madrid: Cambridge University Press, 2001.

CUCHE, D. A noção de cultura nas ciências sociais. 2ª ed. Bauru: EDUSC, 2002.

DOURADO, M. R.; POSHAR, H. A. A cultura na educação linguística no mundo globalizado. In: SANTOS, P.; ALVAREZ, M.L.O. (Orgs.). Língua e cultura no contexto de português língua estrangeira. Campinas: Pontes, 2010. p. 33-52.

EAGLETON, T. A ideia de cultura. São Paulo: Editora UNESP, 2005.

GERHARDT, T.E., SILVEIRA, D.T. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

JENKINS, H. Cultura de convergência. 2.ed. São Paulo: Aleph, 2009. p.230-245.

KRAMSCH, C. Context and culture in language teaching. Oxford: Oxford University Press, 1993.

______. Language and culture. Oxford: Oxford University Press, 1998.

______. Teaching the multilingual subject. In: The multilingual subject. What language learners say about their experience and why it matters. Oxford: Oxford University Press, 2009.

______. Language and culture. In: SIMPSON, J. (Ed.). The Routledge Handbook of Applied Linguistics. New York: Routledge: 2011. p. 305-317.

KUMARAVADIVELU, B. Cultural Realism and pedagogic principles/instructional strategies. In: Cultural Globalization and Language Education. USA: Yale University Press, 2008. p.167-208.

_______. Problematizing Cultural Stereotypes in TESOL. Tesol Quarterly, v. 37, n. 4, 2003, p. 709-719. Disponível em: http://203.72.145.166/TESOL/TQD_2008/VOL_37_4.pdf. Acesso em: 10 out. 2016.

LIDDICOAT, A. Language Teaching and Learning from an Intercultural Perspective. In: HINKEL, E. Handbook of Research in Second Language Teaching and Learning. Vol. II. New York: Routledge, 2011. p. 837-855.

MORAES, L. F. Língua estrangeira moderna. In: Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Volume Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Brasília, DF: MEC, 2002. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2018.

MORAN, P.R. Defining culture. In: Teaching culture: perspectives in practice. Canada: Heinle & Heinle, 2001. p. 23-33.

OLIVEIRA, A. P. Tips for Teaching Culture in a Globalized World. In: LIMA, D. C. (Ed.). Language and its cultural substrate: perspectives for a globalized world. Campinas: Pontes, 2012. p. 83-107.

PAIVA, V. História do material didático de língua inglesa no Brasil. In: Dias, R.; CRISTÓVÃO, V. L. L. (Orgs.). O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas. São Paulo: Mercado de Letras, 2009. p. 17-56.

PORCELLATO, A. M. Aspectos culturais e interculturais nos livros didáticos de língua estrangeira: italiano e inglês em confronto. 2013. 168 f. Dissertação de Mestrado. Belo Horizonte, UFMG, Faculdade de Letras, 2013.

RAMOS, R. O livro didático de língua inglesa para o ensino fundamental e médio: papéis, avaliação e potencialidades. In: Dias, R.; CRISTÓVÃO, V. L. L. (Orgs.). O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas. São Paulo: Mercado de Letras, 2009. p. 173-234.

RISAGER, K. Linguaculture and transnationality. The cultural dimensions of language. In: JACKSON, J. The Routledge Handbook of Language and Intercultural Communication. NewYork: Routledge, 2014. p. 101-115.

SALOMÃO, A. C. B. O componente cultural no ensino e aprendizagem de línguas: desenvolvimento histórico e perspectivas na contemporaneidade. Trabalhos em Linguística Aplicada. 2015, vol. 54, n. 2, p. .361-392. ISSN 0103-1813. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0103-18134500150051. Acesso em: 15 nov. 2017.

TAVARES, R. R. Conceitos de cultura no ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras. In: TAVARES, R. R. (Org.). Língua, cultura e ensino. Maceió: EDUFAL, 2006. p. 17-27.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2526-4478 - Qualis "B3" (2017/2018)

______________________________________________________________________________